terça, 29 agosto 2017 15:26

Retalho cresce 3,8% nos primeiros seis meses do ano

O setor do retalho registou um volume de vendas de 8.967 milhões de euros no primeiro semestre de 2017, o que representa um crescimento de 3,8% face ao mesmo período do ano passado. Os dados são do Barómetro de Vendas da APED (Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição), que indica que o retalho não alimentar foi o que mais cresceu.

 

O crescimento no retalho alimentar ficou pelos 3,3%, sendo as categorias de bebidas e congelados as que tiveram maior aumento do volume de vendas. As bebidas registaram um crescimento de 10% e os produtos congelados de 5,4%, se comparado com o primeiro semestre de 2016.

Já o retalho não alimentar registou uma subida de 4,5% no volume de vendas face ao período homólogo, impulsionada sobretudo pelas categorias de equipamentos de telecomunicações e grandes eletrodomésticos, que tiveram um crescimento de 17,1% e 10,1%, respetivamente.

Em comunicado, a APED destaca ainda o crescimento de 2,1% do volume de vendas no mercado de vestuário, acompanhado por um aumento de 3% do número de compradores e de 3,5% da frequência de compra. O segmento que mais subiu foi o do vestuário feminino (+1,3%).

Fonte: LPM

Estante

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária