segunda, 09 janeiro 2017 16:44

Imobiliário: volume de negócios no comércio a retalho sobe em 2016

O número de negócios de imobiliário no comércio a retalho aumentou em 2016, dando continuidade à tendência de crescimento verificada desde 2013. Os dados são de um estudo da Cushman & Wakefield, que prevê que 2017 seja igualmente "dinâmico" para o setor.

Segundo dados da consultora, em 2016 foram fechados cerca de 450 negócios no setor de retalho, numa área que terá ultrapassado os 190.000m², sendo a grande maioria novas aberturas. Em 2015 tinham sido registadas 300 operações, numa área de cerca de 160.000m².

O setor da restauração foi o que teve maior número de aberturas - 169 unidades -, seguido do setor da moda, que ganhou 90 novas lojas. O número de aberturas foi mais expressivo na Grande Lisboa (52% do total) e, depois, no Grande Porto.

Houve uma "recuperação sólida da procura", não só nas localizações prime, como também nos centros comerciais e no retalho de rua. A consultora lembra a abertura do Nova Arcada e de três retail parks, que fizeram chegar ao mercado 115.000m² de nova oferta no ano passado.

A Cushman & Wakefield prevê que 2017 seja também um bom ano para o retalho, já que já estão em construção 100.000m² de novos espaços: 83.000m² no Mar Shopping Algarve e 16.400m² no Évora Shopping. Além disso, deve manter-se a tendência de remodelação de centros existentes, esperando-se para breve a expansão do Norte Shopping, do Oeiras Parque e do Centro Colombo.

Fonte: Cushman & Wakefield

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária

Agregadores

Briefing Advocatus Fibra Store Welcome Vital Health