quinta, 11 maio 2017 15:27

Aposta em novos serviços traz crescimento "a dois dígitos" à note!

Ser "um polo dinamizador e gerador de cultura local" é o grande objetivo da note!, que, nos últimos anos, tem somado serviços muito distintos, apostando num formato "one stop shop". A aposta valeu-lhe "um crescimento a dois dígitos" no volume de negócios de 2016, segundo a diretora comercial, Rosário Almeida.

 

Store | Como é que a note! se posiciona no mercado? O que a diferencia das papelarias convencionais?
Rosário Almeida | A note!, propriedade da Sonae, é uma insígnia que reúne num só espaço vários conceitos de negócio: papelaria, livraria e gifts. A note! pretende ser uma loja onde o cliente poderá satisfazer as suas decisões de compra mais funcionais, desde a compra dos manuais escolares, os serviços de CTT e cópias e impressão, mas sobretudo as necessidades mais emocionais, os presentes para quem mais gosta. A note! é uma loja onde podemos encontrar as mais recentes novidades no mercado,  que nos cativam e nos fazem perder a cabeça.
As lojas disponibilizam ainda serviços de conveniência que as tornam diferenciadoras das demais papelarias e livrarias. Os serviços oferecidos, como CTT, cópias e impressões em grandes formatos, jogos Santa Casa e reserva de livros, permitem tornar a note! numa loja de conveniência.
Com espaços apelativos e dinâmicos, as montras das lojas note! ilustram as mais diversas efemérides, convidando os clientes a entrar nas lojas para as mais distintas ocasiões. A note! pretende ser um polo dinamizador e gerador de cultura local, reforçando assim a sua relação com a comunidade e exemplo disso são os workshops, sessões de autógrafos com reconhecidos autores, sessões com mágicos, caça ao presente ou personalização de mochilas que já foram realizados.

Store | É um posicionamento que tem mudado nos últimos anos, com a adição de produtos e serviços. Sentem que os portugueses valorizam esse tipo de serviço, de "one stop shop"?
RA | Sentimos. Os portugueses têm vidas muito ocupadas e vivem uma grande azáfama no seu dia-a-dia. Os portugueses valorizam o conforto de saberem que podem fazer várias tarefas ou recados num único local, permitindo-lhes assim poupar tempo, sejam elas comprar um presente, colocar uma carta nos CTT, tirar fotocópias ou jogar o Euromilhões.

Store | As mudanças dos últimos anos têm trazido os resultados esperados? Qual o balanço de 2016?
RA | Sim, têm e temos vindo a crescer. O balanço de 2016 é muito positivo. Além de terem sido inauguradas quatro lojas, foi possível alargar o nível de serviços prestados aos clientes, como por exemplo, centro de cópias e os serviços CTT. A nível de volume de negócios, podemos afirmar que tivemos um crescimento a dois dígitos, o que nos deixa totalmente satisfeitos e com vontade de trabalhar ainda mais.

Store | A decisão de franchisar a marca, em 2014, aquando do rebranding, foi também importante para potenciar o seu crescimento, nos últimos anos?
RA | A decisão de franchisar foi importante, na medida em que permitiu à note! estar presente  em três cidades distintas e com um enorme potencial. No curto prazo, a estratégia da note! passará por um crescimento de lojas orgânico.

Store | Em 2017, pretendem expandir a rede de lojas? Qual a estratégia para este ano?
RA | Em 2016, a note! começou a direcionar o negócio para a venda de gifts, artigos muito procurados e valorizados pelos clientes. A rúbrica “Gift da Semana”, implementada em janeiro de 2016, ilustra essa mesma aposta uma vez que consiste no destaque de um gift no balcão de cada loja, semanalmente.
Em 2017, a note! já lançou as "Happy Notes", pequenas notas de felicidade que tornam os presentes comprados na note! especiais e personalizados, em todos os momentos do ano. Para além dessa aposta, a estratégia em 2017 passará também por melhorar a comunicação em loja, alargar os serviços de conveniência e consolidar a aposta no segmento dos gifts.
A note! pretende continuar a alargar o número de lojas, estando assim mais próximo dos portugueses. Reflexo disso é a abertura da nova loja, no Centro Comercial Fonte Nova, em Lisboa, em abril.

Store | E a estratégia passa sempre por estar associada a centros comerciais, nomeadamente em centros geridos pela Sonae e/ou onde exista a marca Continente, ou também na abertura de lojas de rua?
RA | A estratégia da note! não passa por estar sempre associada a centros comerciais. Temos algumas lojas de rua, nomeadamente a da Ferreira Borges, no bairro de Campo de Ourique, em Lisboa, ou a da 25 de Abril, em Braga. A estratégia de abertura de loja passa essencialmente por responder às necessidades dos portugueses.

Store | A internacionalização é um objetivo, tal como acontece com outras insígnias da Sonae?
RA | O foco da insígnia, presentemente, é expandir a rede de lojas em Portugal, reforçando assim a presença da marca no mercado nacional.

Store | Qual será o investimento para 2017?
RA | O investimento, bem como a abertura de lojas, é efetuado de forma estruturada e sempre com o foco nas necessidades dos clientes. Tem sido assim no passado e continuará a ser nos próximos anos.

Store | Como pretendem comunicar a marca?
RA | A comunicação da marca é feita através do Facebook, comunicação instore, som de loja, imprensa e através de folhetos das campanhas existentes, como a do Dia da Mãe, que decorreu recentemente. Outro eixo de comunicação são também as próprias montras das lojas e a aposta na sua diferenciação.

 

angeladosvais@newsengage.pt

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária

Agregadores

Briefing Advocatus Fibra Store Welcome Vital Health