segunda-feira, 31 março 2014 16:18

Lidl aplica 1,5 milhões na remuneração de trabalho extra

Lidl aplica 1,5 milhões na remuneração de trabalho extraDesde o dia 1 de março que todos os colaboradores do Lidl com trabalho suplementar passaram a receber horas extras a 100 por cento, numa iniciativa que tem lugar cinco meses mais cedo do que a lei prevê e que corresponde ao pagamento de uma verba de 1,5 milhões de euros.


"Esta não é a primeira vez que o Lidl toma a iniciativa de melhorar, de uma forma espontânea e transversal, os valores auferidos. Já em 2013 aumentou o valor diário do subsídio de almoço para 6,83 euros representando um acréscimo de 24 por cento. Esta alteração significou um investimento de 321 euros por ano/por colaborador a tempo inteiro", salienta a marca em comunicado.


Além destas medidas, prossegue, a política salarial da marca procura assegurar ordenados acima da média setorial, sendo de referir, a título de exemplo, que o ordenado base de um vendedor de loja é de 570 euros brutos, ou seja 18 por cento acima do ordenado mínimo nacional (485 euros), e que os chefes de loja chegam a receber 20 por cento acima dos valores base acordados através da APED nos contratos coletivos de trabalho.


Fonte: Real Media

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária