quarta, 08 novembro 2017 12:06

Portugueses aderem a lojas especializadas

Os consumidores portugueses estão muito disponíveis para a compra no retalho especializado. A conclusão é de um estudo da consultora Nielsen, segundo o qual 58% planeia comprar artigos de vestuário e acessórios em lojas especializadas, 40% pensa fazer o mesmo no que respeita aos artigos para casa e 37% em relação aos eletrónicos.

 

Metade dos inquiridos considera, ainda assim, que as lojas especializadas se destinam a pessoas com rendimentos mais elevados. De facto, segundo a Nielsen, estas lojas são percecionadas como tendo preços mais altos (para 60%), apesar de, na opinião de 46% dos consumidores, oferecerem boas promoções.

Nestas lojas os consumidores procuram essencialmente produtos e marcas que não se encontram em outras lojas (67%). Reconhecem ainda que estes espaços oferecem um melhor serviço (60%) e produtos de maior qualidade (60%). Muitos também consideram que têm uma melhor disposição/layout e proporcionam um melhor ambiente (52%), além de disporem de melhores programas de fidelização (42%).

Fonte: Nielsen

Estante

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária