quinta, 23 novembro 2017 17:06

E-commerce de FMCG cresce 3,4% em Portugal

As vendas online globais de FMCG (Fast Moving Consuming Goods) cresceram 30%. O resultado é do relatório “The Future of E-commerce in FMCG” da Kantar WorldPanel . Em Portugal o canal online cresceu 3,4% em valor absoluto, mantendo a mesma quota de mercado que em 2016, 0,9%.

 

“Em Portugal, a evolução da compra de FMCG online está muito dependente das ações realizadas pelos players para atrair compradores para este canal”, refere Blandine Meyer, diretora comercial da Kantar WorldPanel em Portugal.

O mesmo estudo refere que, na globalidade e com a subida de 30%, o comércio de FMCG representa 4,6% das vendas online, sendo que estas vendas contribuem 36% para o crescimento do mercado FMCG. Os seis principais contribuidores são a China, os EUA, a Coreia do Sul, o Reino Unido, o Japão e a França. Com um crescimento de 52% na China, 41% na Coreia do Sul, 31% nos EUA, 8% no Reino Unido, 7% em França e 5% no Japão.

A Europa é o segundo maior mercado online do mundo, depois da Ásia, com 5,6% de quota de mercado em 2016. Quanto aos EUA, a penetração online do FMCG cresceu rapidamente atingindo 30% do total da população. Na América do Sul, durante os últimos 12 meses, houve um pequeno aumento no gasto online de FMCG. Em toda a América Latina, o comércio online está muito atrás relativamente aos métodos tradicionais de fazer compras.

Os produtos de cuidado pessoal para o bebé continuam a dominar o consumo online. A Kantar WorldPanel indica como razão, o pouco tempo das famílias jovens, que procuram com mais frequência a conveniência do online na compra dos essenciais para o dia a dia.

Os avanços tecnológicos como comércio de voz e a Internet das coisas são apontados como principais impulsionadores do comercio online, tornando-o mais simples e centrada no consumidor.

Fonte: Kantar WorldPanel Portugal

Estante

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária