terça, 12 junho 2018 16:59

Lidl transforma lixo das praias

O Lidl dá início esta sexta-feira, 15 de junho, à iniciativa TransforMAR, que visa sensibilizar para a importância de um comportamento mais responsável em relação aos materiais plásticos e para os princípios da economia circular. A cadeia retalhista vai marcar presença em 14 areais, de norte a sul do país, numa campanha de recolha de resíduos plásticos, evitando que o seu destino final seja o mar.

O retalhista irá disponibilizar um depósito próprio onde os veraneantes deverão colocar o seu plástico – o plasticódromo – para que o mesmo possa ter uma nova vida e não acabe no mar. O depósito permanecerá uma média de três dias em cada praia e terá a particularidade de informar o número de artigos recolhidos a cada hora, dando ainda a conhecer à comunidade o respetivo peso em quilos, a cada novo dia. Os plásticos recolhidos serão transformados em aparelhos de circuito de atividade física, entregues às respetivas praias onde decorreu a recolha.

Esta ação em praia tem ainda uma componente que pretende reconhecer e distinguir o bom comportamento dos veraneantes. Os que demonstrarem ter uma boa conduta ambiental, uma correta proteção solar e um cuidado apropriado com a exposição ao sol na praia, poderão ser “descobertos” pelos olheiros do Lidl Portugal, sendo premiados com vales de desconto nas lojas Lidl, entre outros prémios.

“Este projeto está totalmente alinhado com a nossa aposta no meio ambiente e na contribuição para a adoção de comportamentos mais sustentáveis, seja do negócio seja das comunidades. Da nossa parte apostamos na promoção de processos para a correta gestão de resíduos, na promoção da economia circular e também através do nosso compromisso de reduzir o consumo de plástico em 20% até 2025 e integrar 100% plástico reciclado nas nossas embalagens antecipando desta forma as medidas da união europeia”, diz a diretora de Comunicação Corporativa do Lidl Portugal, Vanessa Romeu.

A iniciativa é desenvolvida em parceria com a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), a Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos (Amb3e), a Quercus e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Fonte: C&V Consultores

Newsletter

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária