Imprimir esta página
segunda-feira, 10 fevereiro 2020 16:14

Hays: inovação digital potencia contratações no retalho

O dinamismo e a mudança caraterizaram o mercado de Retalho e Grande Distribuição em 2019. As conclusões são do Guia do Mercado Laboral 2020 da Hays, que aponta a entrada de novos players, os processos de rebranding e a “imparável inovação digital” como potenciadores das contratações no setor, tanto a nível de perfis operacionais, como de talento mais estratégico para as estruturas de sede.

Os novos hábitos de consumo foram o principal motor das tendências de recrutamento. Se, por um lado, o consumidor demonstra estar cada vez mais orientado para o e-Commerce e exige uma experiência digital satisfatória, por outro, parece valorizar o conceito de proximidade e de atendimento personalizado nos espaços físicos.

Segundo o documento, 82% dos profissionais do setor não negociaram o pacote salarial, 25% foram aumentados, 41% recusaram ofertas de emprego e 10% foram promovidos, em 2019. Para 2020, a “expansão de diversos players no mercado, a abertura de novas unidades de retalho especializado e o aumento das vendas online deverão continuar a ditar as principais tendências de recrutamento no setor do Retalho e Grande Distribuição”.

Quanto às funções que irão movimentar o setor este ano, são os cargos de Auditor/Controlador Operacional, Buyer, Category Manager, Chefe Turno, Chefes de Departamento, Comercial, Digital Marketing, Diretor de Comunicação/Eventos, E-commerce, Gerente de loja, Store Manager e Supervisor de Lojas.

A nível salarial, o ano 2020 poderá, diz a Hays, “trazer alguma evolução positiva”. “A entrada de players que oferecem salários acima da média praticada em Portugal acabará por influenciar os valores médios praticados no setor, sobretudo em funções que exijam conhecimentos ou soft skills difíceis de identificar no mercado”.

 

Fonte: Hays