segunda-feira, 18 maio 2020 13:16

Vendas de bens de grande consumo aumentam

Os bens de grande consumo totalizaram vendas na ordem dos 169 milhões de euros, entre 20 e 26 de abril de 2020, registando um aumento de 8% face ao período homólogo, e uma variação de -1% comparativamente à semana anterior. De acordo com o Barómetro semanal da consultora Nielsen, a Alimentação é a área de maior crescimento, seguida da das Bebidas.

Segundo a Nielsen, na semana 17 do ano, as restrições continuam, numa “adaptação da vida em comunidade, exemplificada pelo início das emissões da telescola, destinada a alunos do Ensino Básico, e pelas comemorações em moldes não habituais do 25 de Abril”.

Neste período, a área da Alimentação tem um incremento que ascende quase ao dobro do total de bens de grande consumo. O destaque, com crescimentos acima da média da categoria, vai para as bebidas quentes (+47%), dando o café um forte contributo para este dinamismo. Ainda na Alimentação, os produtos básicos (+27%) e os congelados (+26%) apresentam também crescimentos significativos.

As cervejas/sidras/panachés (+15%) e bebidas alcoólicas (+10%) impulsionam o crescimento do total das Bebidas.

“O período em análise demonstra a adaptação dos consumidores à vida em quarentena, na medida em que as vendas de FMCG parecem demonstrar a procura, para responder a necessidades que se têm vindo a evidenciar ao longo destas últimas semanas. A preocupação em assegurar uma alimentação com validade alargada, e passível de ser conservada por mais tempo, e os produtos relacionados com a higiene saltam à vista no topo da lista de compras dos portugueses, neste estado de restrição”, explica a Client Consultant Senior da Nielsen, Marta Teotónio Pereira.

Fonte: Say U Consulting

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária