domingo, 03 janeiro 2021 19:20

A Presidência Portuguesa da União Europeia em destaque na Store

A Presidência Portuguesa da União Europeia é o tema central da última edição de 2020 da Store Magazine. O ponto de partida é a entrevista à Chefe de Representação da Comissão Europeia em Lisboa, Sofia Colares Alves, que sustenta a relevância deste semestre, considerando que “uma presidência é sempre uma oportunidade de impor um cunho a prioridades que são importantes para o País”.

Na entrevista, partilha a visão de que haverá capacidade para fazer avançar dossiês complexos, focando-se igualmente no Plano de Recuperação e no modo como o retalho poderá beneficiar desses fundos.

Sobre a Presidência Portuguesa, usam ainda da palavra, nesta edição, o diretor-geral da APED, Gonçalo Lobo Xavier; o presidente do Conselho do Comércio, Serviços e Consumo de Portugal na CIP, Jorge Tomás Henriques; a Head of Public Affairs da Sonae, Leonor Sottomayor; o diretor Comercial e de Relações Institucionais do Grupo Jerónimo Martins, José António Nogueira de Brito; e os eurodeputados Pedro Marques e Paulo Rangel. Também o diretor-geral do EuroCommerce, Christian Verschueren, aborda os temas mais pertinentes deste semestre.   

Outro assunto dominante nesta edição é o desperdício alimentar, na ótica das metas nacionais, do posicionamento da cadeia agroalimentar e das iniciativas das insígnias. Assim, Aldi, Auchan, Continente, El Corte Inglés, IKEA, Intermarché, Lidl, Mercadona e Pingo Doce fazem o ponto da situação das suas práticas. A análise completa-se com as perspetivas da Comissão Nacional para o Combate ao Desperdício Alimentar, da APED, da FIPA e da CAP.

Associada a esta questão anda a do ecodesign. A sustentabilidade no retalho passa também pelas embalagens, pelas matérias-primas utilizadas e os recursos gastos na sua produção. Auchan, C&A, Continente, Decathlon, Mercadona e Pingo Doce partilham a sua abordagem a este tema.

Esta edição da Store tem ainda lugar para o modo como a pandemia de Covid-19 alterou a gestão de recursos humanos, com KICKS, Salsa, Worten, Lidl, Intermarché e El Corte Inglés a darem conta dos novos modelos que implementaram. A digitalização é o denominador comum.

O digital também ganha espaço no comportamento dos consumidores. E isso mesmo atesta a análise da Marktest ao comércio online.

No mesmo sentido se pronuncia a vice-presidente da Accenture Portugal, Manuela Vaz, num artigo sobre a transformação digital no retalho. Por sua vez, o CEO da Consulting House, Ricardo Vargas, aborda a implementação da inteligência artificial.

Outra opinião é a do subdiretor-geral do SICAD, Manuel Cardoso, que olha para o álcool e os jovens em tempos de pandemia.

Fonte: Store

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária