segunda-feira, 15 fevereiro 2021 16:10

LEROY MERLIN dá mais um passo na convergência com AKI

A LEROY MERLIN em Portugal apresenta novas fardas made in Portugal, que assinalam um novo ciclo na história da marca, cada vez mais focada na sustentabilidade e no reforço da convergência com a AKI numa única marca e empresa.

O processo de substituição das fardas cria uma identidade única para as roupas das marcas LEROY MERLIN e AKI, dando mais um “passo importante” no processo de convergência das duas insígnias pertencentes ao grupo ADEO.

Deste processo, anunciado em junho de 2018, nasceu em janeiro de 2019 uma nova empresa única que une as duas empresas e marcas. Já foram concluídas várias fases cruciais na convergência como a transformação de sistemas e a gestão das compras e encomendas online das duas marcas num único site.

Como consequência do processo de substituição de roupa de trabalho, o desafio de reutilizar as fardas antigas levou a empresa a encontrar soluções de economia circular que transformarão estas peças de roupa em produtos que farão em breve parte da oferta nas lojas.

“Vamos conjugar a experiência da indústria têxtil na transformação dos tecidos com as ideias de jovens estudantes, num ecossistema que integrará também ONG e IPSS. Os produtos produzidos pelos projetos sociais e pela indústria de transformação farão parte da primeira linha de produtos de economia circular da LEROY MERLIN e serão vendidos nas nossas lojas, sendo todo o lucro das vendas reinvestido na manutenção do projeto de economia circular e na capacitação dos parceiros sociais”, explica o líder de Desafio Marca, Serviços e Relação Cliente da LEROY MERLIN em Portugal, João Lavos.

Fonte: LLYC

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária