quarta-feira, 17 fevereiro 2021 15:16

Shoppings pedem direitos iguais ao comércio de rua

A APCC – Associação Portuguesa de Centros Comerciais pede igualdade de tratamento entre os lojistas de shoppings e os de comércio de rua, e que os restaurantes possam realizar o serviço de take away, como acontece nos outros espaços exteriores.

A APCC defende que em Portugal se deveriam adotar medidas idênticas às anunciadas em França e noutros países europeus, onde o estado assume parte ou a totalidade dos apoios concedidos a lojistas, através do pagamento direto de parte da renda ou da atribuição às lojas de indemnizações destinados ao pagamento dos custos fixos, nomeadamente a renda e outras despesas correntes.

“O setor dos centros comerciais não pode continuar a ser discriminado em relação a outros sectores económicos. Este é o único que tem suportado os custos da pandemia, apoiando financeiramente os lojistas, sobretudo através das rendas, sem qualquer apoio do estado, ao contrário do que acontece com o comércio de rua”, afirma o presidente da APCC, António Sampaio de Mattos. “Também não entendemos como é que em espaços, com segurança reconhecida por várias instituições, não se permite que os restaurantes possam fazer serviço de take away, ao contrário dos restaurantes de rua. Não se entende esta discriminação”, acrescenta.

Fonte: F5C

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária