terça-feira, 18 janeiro 2022 13:03

EuroCommerce: Retalhistas querem condições equitativas no online

Os retalhistas pedem, antes da votação da Lei de Serviços Digitais pelo Parlamento Europeu, que se irá realizar esta semana, novas regras para apoiar a competitividade online e promover a inovação, de acordo com o EuroCommerce.

A diretora-geral do EuroCommerce, Christel Delberghe, explica que os retalhistas e grossistas precisam da Lei de Serviços Digitais para criar um quadro que proteja os interesses dos consumidores e estabeleça um conjunto de regras claras e condições equitativas para todos os intervenientes no mercado – independentemente dos canais de venda em que oferecem os seus produtos e serviços, e onde estão estabelecidos.

“Preocupa-nos que a Lei de Serviços Digitais, como agora redigida, já procure – sem uma avaliação de impacto adequada – regulamentar vários outros aspetos fora da sua abrangência. Apelamos aos eurodeputados para que evitem uma série de alterações que agravam esta situação”, afirma Christel Delberghe, lembrando que existe o risco de que todas estas regras conduzam apenas a custos de conformidade e burocracia mais elevados para as empresas estabelecidas na União Europeia, mas não para as de fora.

Fonte: EuroCommerce

Newsletter

captcha 

Estante

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária