segunda-feira, 04 abril 2022 14:45

Grupo Jerónimo Martins abre janela de oportunidades

O Grupo Jerónimo Martins lançou, em 2015, o Programa Incluir, que visa a promoção da empregabilidade de grupos de pessoas em situação de desvantagem no acesso ao mercado de trabalho, com destaque para pessoas com deficiência, migrantes e refugiados e pessoas em situação social de risco, declara a Head of Corporate Employee Relations and Internal Social Responsibility do Grupo Jerónimo Martins, Susana Correia de Campos.

“Através do Programa Incluir, até outubro de 2021, já criámos mais de 550 oportunidades de formação e/ou trabalho nas diversas Companhias do Grupo, traçando rotas de desenvolvimento personalizadas e devidamente adaptadas às características específicas de cada formando e/ou colaborador, através do apoio prestado pelos nossos tutores”, destaca. Atualmente, contam com 250 tutores internos, mais de 210 locais de trabalho, e com a participação de mais de 50 parceiros especializados em diferentes áreas da inclusão social. “Os nossos tutores são colaboradores que têm como missão acompanhar o percurso de desenvolvimento das competências técnicas, sociais e relacionais dos nossos formandos, que contam com o apoio de uma equipa interna especializada na inclusão social por via da empregabilidade”, refere. O tipo de funções que os formandos vêm a desempenhar varia consoante o seu perfil, sendo que procuram adequar as características de cada um às oportunidades que existem no Grupo e nas suas companhias. “Nesse sentido, há colaboradores que integrámos no Grupo através do Programa Incluir com responsabilidades muito diversas nas lojas das nossas companhias, nas nossas cozinhas das Meal Solutions, na área Agroalimentar do Grupo ou no nosso edifício-sede”, especifica, salientando que as políticas de inclusão do Grupo Jerónimo Martins foram recentemente distinguidas pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), que atribuiu à holding do Grupo e ao Recheio Cash & Carry a distinção Marca Entidade Empregadora Inclusiva 2021.

No início de dezembro, o Grupo Jerónimo Martins inaugurou o Centro de Formação Incluir, destinado à formação de pessoas com deficiência e/ou incapacidade, e, assim, potenciar a sua empregabilidade. “Temos o objetivo de que, todos os meses, várias dezenas de candidatos beneficiem de formação customizada que os torna aptos a serem contratados pelas Companhias do Grupo”, diz, adiantando que as primeiras turmas começam a ser formadas já em janeiro.

Susana Correia de Campos destaca duas outras iniciativas: a conclusão de mais uma edição do Projecto Search. Lançado em 2017, em parceria com a Cooperativa Focus, o destina-se à transição para a vida ativa de jovens adultos com necessidades educativas especiais. A quarta edição, concluída em novembro, contou com 10 formandos que foram acolhidos pelo Pingo Doce e Recheio, em formação prática em contexto de trabalho, durante 10 meses, com vista à sua empregabilidade. Acresce, ainda, a assinatura de um protocolo com a Universidade de Aveiro para lançar o curso “Programa Individual de Estudos Multidisciplinares”. Trata-se de um projeto pioneiro focado na inclusão plena de pessoas com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais (DID) no meio académico e no mercado de trabalho. Teve início em outubro e contempla uma dimensão académica e uma dimensão profissional, com formação prática em contexto de trabalho. Tem a duração de dois anos letivos e inclui dois estágios no Grupo em ambiente real de trabalho. 

 

Fonte: Store

Newsletter

captcha 

Estante

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária