terça-feira, 12 setembro 2023 15:46

Sonae reforça critérios ESG na gestão

A Sonae apresentou a sua nova estratégia de sustentabilidade para os próximos quatro anos, assente em cinco pilares estratégicos: gerir com critérios ambientais, sociais e de governança (ESG); acelerar a descarbonização; valorizar a biodiversidade e a água; promover a circularidade; potenciar o desenvolvimento humano.

Uma das novidades da renovada estratégia é a introdução formal de critérios ESG nas decisões de investimento e de gestão. “A Sonae pretende liderar através de uma gestão responsável, ética e transparente, privilegiando requisitos ambientais, sociais e de governança na tomada de decisão ao nível do portefólio atual e futuro”. Assim, a Sonae vai adicionar critérios ESG sistémicos na due dilligence dos investimentos, procurando investir em negócios com elevados níveis de sustentabilidade.

O grupo pretende também assegurar cadeias de abastecimento social e ambientalmente responsáveis, “garantindo ao nível dos negócios processos robustos” de avaliação dos seus fornecedores e parceiros com base em critérios ESG, e desenvolver planos de sensibilização e partilha de boas práticas a fornecedores e prestadores de serviços.

Os vários negócios vão também reforçar a promoção de comportamentos e escolhas mais sustentáveis pelos seus clientes, aumentando a disponibilização de produtos e serviços mais sustentáveis e com partilha de informação.

“Ao longo das últimas décadas, a Sonae tem sido pioneira ao assumir a sustentabilidade como uma prioridade e ao integrar políticas comuns e boas práticas nos negócios. É um caminho que temos feito com resultados positivos e, sobretudo, com aprendizagem e reconhecimento de que ainda há muito a fazer. Os atuais desafios da sociedade em matérias ESG são incontornáveis e todos precisamos de agir com urgência”, afirma o membro da Comissão Executiva da Sonae João Günther Amaral. “Na Sonae, vamos procurar tomar decisões cada vez mais ousadas, nomeadamente quando adquirimos novos negócios e tentamos influenciar as cadeias de valor das nossas empresas. A renovada estratégia de sustentabilidade demonstra a ambição e crença do impacto positivo que podemos ter no planeta e na comunidade, assente na nossa forma de estar nos negócios: fazendo o que está certo”, acrescenta.

O novo plano reafirma o compromisso da Sonae em alcançar a neutralidade carbónica das operações até 2040 e em agir proativamente para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa de âmbito 3, ou seja, na de cadeia de valor. A Sonae através das suas empresas reviu as suas metas de redução de emissões de gases com efeito de estufa, alinhadas com, e progressivamente, validadas pela ciência. As ações de mitigação e adaptação às alterações climáticas definidas serão complementadas pela compensação de emissões inevitáveis.

A Sonae anuncia o reforço da sua aposta na investigação e desenvolvimento para acelerar a transição energética para fontes renováveis, reduzindo a dependência de recursos fósseis e aumentando gradualmente a autonomia energética a partir de fontes renováveis.

Fonte: BA&N

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária