Imprimir esta página
segunda-feira, 24 setembro 2018 17:15

O Novo Acordo para os Consumidores em foco na Store

A diretora-geral do Consumidor, Ana Catarina Fonseca, é a protagonista da capa da terceira edição trimestral da Store Magazine. Em entrevista, sustenta que ainda há um longo caminho a percorrer para se alcançar o Novo Acordo para os Consumidores, em discussão na Comissão Europeia.

 

Representante nacional às negociações, Ana Catarina Fonseca defende um acordo que responda aos desafios do digital e que, sobretudo, contribua para reforçar a confiança dos consumidores, protegendo-os quando algo corra mal, quer quando contratam online, quer quando contratam offline.

Em foco também nesta edição, a opinião do secretário-geral da Confederação dos Serviços de Portugal (CSP), Martim Borges de Freitas, que assina um artigo crítico da composição atual da Concertação Social, reclamando uma mudança da lei para lhe conferir maior representatividade, logo mais força e independência.

Força é também um conceito inerente à missão do novo diretor-geral da APED, Gonçalo Lobo Xavier, que se propõe contribuir para reforçar a afirmação do setor da distribuição moderna.

Um dos desafios das empresas – no retalho como noutros setores – é o da sustentabilidade. Em outubro, Lisboa é anfitriã da terceira edição do Sustainable Retail Summit. Numa entrevista de antecipação, o diretor de sustentabilidade ambiental do The Consumer Goods Forum, Ignacio Gavillan, sustenta que os consumidores querem marcas que lhes deem simplicidade e transparência.

Outro dos desafios da economia é a digitalização. Na leitura da ACEPI, a realidade está aquém das possibilidades, com as empresas e os negócios a não acompanharem a presença digital dos consumidores.

Nesta edição fala-se igualmente de estratégia: da Berg, que transferiu para Portugal parte substancial da sua produção, e da Zippy, que reviu o posicionamento para se aproximar das famílias. Ou da IKEA, que aposta cada vez mais no digital e se propõe investir em tecnologias como o chatbot.

Aborda-se ainda o que vale a época de regresso às aulas para os retalhistas, quer para os do segmento alimentar, quer para os especializados. Tal como se aborda o que levou a Jerónimo Martins a apoiar os produtores da Serra da Estrela afetados pelos incêndios de 2017.

Finalmente, faz-se uma ronda pelos principais players do setor imobiliário para traçar um panorama do que está a mudar no mercado nacional.

Fonte: Store