Imprimir esta página
quinta-feira, 30 janeiro 2020 15:49

Retalho: volume de negócios desacelera em dezembro, mas cresce no ano

O índice de volume de negócios no comércio a retalho conheceu uma desaceleração em dezembro, na medida em que registou uma taxa de variação homóloga de 2,3%, face aos 4,4% de novembro. Contudo, cresceu ligeiramente no acumulado do ano e na relação com 2018.

 

De acordo com o INE – Instituto Nacional de Estatística, no que respeita ao quatro trimestre do ano, as vendas subiram 3,5% em termos homólogos, mas menos na comparação com o terceiro trimestre (4,7%).

Em relação ao ano, o aumento foi de 4,5%, correspondendo a mais 0,4% face a 2018.  

A análise do INE indica ainda que, em dezembro, os produtos alimentares e os não alimentares apresentaram a mesma variação homóloga, 2,3%, mas o comportamento havia sido diferente em novembro (subida de 3,8 e 4,8%, respetivamente).

Quanto aos índices de emprego, de remunerações e de horas trabalhadas, exibiram taxas de variação homóloga de 2,9%, 2,1% e 2,9%, respetivamente (2,6%, 4,6% e 1,6% em novembro, pela mesma ordem).

Em termos de média anual, em 2019, o emprego, as remunerações e as horas trabalhadas (dados brutos) aumentaram, respetivamente, 2,4%, 4,6% e 1,7% (2,7%, 5,5% e 0,5% em 2018). A remuneração por pessoa ao serviço e por hora trabalhada cresceu, respetivamente, 2,1% e 2,9% em 2019 (2,7% e 4,9% em 2018).

Fonte: INE