terça-feira, 12 maio 2020 13:47

Abril com quebra “drástica” de consumo na Europa

A empresa de estudos de mercado GfK revela que o impacto desta pandemia foi “drástico” durante o mês de abril no que concerne às expetativas económicas, salariais e de aquisição de bens ou serviços. Em comunicado, a empresa afirma que, em março, os indicadores já se encontravam em declínio, mas que “em abril este cenário agravou-se consideravelmente”.

 

Em termos europeus, observou-se a uma quebra de 27 pontos relativamente às expectativas económicas, tendo todos os países revelado expetativas negativas. Os países que mais decresceram foram a Polónia (-76) e a Eslováquia (-63); já Portugal, durante este período, registou uma diminuição de 51 pontos.

A par com as expetativas económicas, também as salariais sofreram um decréscimo de 33 pontos a nível europeu. Neste indicador, tanto Portugal como a Eslovénia caíram -59 pontos. Ainda assim, foi a Polónia que registou um valor mais negativo (-85).

No que toca à disposição para adquirir bens ou serviços, Portugal, assim como a média europeia, registou uma descida de 39 pontos em abril. Tal como nos restantes indicadores, a Polónia e Eslováquia assistiram a quedas de -77 e -71, respetivamente.

Fonte: LPM

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária