quinta-feira, 23 julho 2020 10:49

A sustentabilidade conta nas preferências de compra, conclui estudo

Os consumidores estão a mudar as suas preferências de compra com base nos critérios de responsabilidade social, de inclusão e de impacto ambiental das marcas. Esta é uma das principais conclusões do mais recente estudo do Research Institute da Capgemini.

 

Intitulado “Consumer Products and Retail: How sustainability is fundamentally changing consumer preferences”, o estudo analisou o impacto da sustentabilidade nos padrões de compra dos consumidores e a forma como as empresas de produtos de consumo e de retalho compreendem as expectativas dos consumidores.

E concluiu que a sustentabilidade subiu na lista das prioridades dos clientes: 79% dos consumidores estão a mudar as suas preferências de compra com base nos critérios de responsabilidade social, de inclusão e de impacto ambiental das marcas.

Além disso, a pandemia de Covid-19 provocou um aumento no nível de consciencialização dos consumidores e aumentou o seu empenho em fazerem compras mais sustentáveis: 67% afirmaram estar mais conscientes da escassez de recursos naturais e 65% disseram que vão estar mais atentos à repercussão que o seu nível de consumo global poderá ter no "novo normal".

Por outro lado, verifica-se que também as empresas de produtos de consumo e de retalho já perceberam a relevância que a sustentabilidade pode ter nas suas relações com os clientes: 77% das empresas inquiridas referiram que a sustentabilidade promove o aumento do nível de fidelização dos clientes, enquanto 63% afirmaram que promove o crescimento das receitas geradas pelas marcas.

Fonte: Outmarketing

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária