Internacional

20-05-2020

A Google Portugal iniciou o Retail Export Accelerator Program, um programa orientado para as retalhistas portuguesas, cujo objetivo é proporcionar-lhes os recursos e as ferramentas de que precisam para o seu crescimento e aceleração dos seus processos de internacionalização. As empresas que integram o projeto são: Continente, Dott, Hôma, Lion of Porches, Mr. Blue, PCDIGA e Zippy.  

07-05-2020

As medidas de contenção, adotadas pelos Estados-membros, para a Covid-19, tiveram um impacto “significativo” no comércio retalhista. De acordo com estimativas do Eurostat, em março deste ano, o volume sazonalmente ajustado diminuiu 11,2%, na zona euro, e 10,4%, na União Europeia (UE), em comparação com fevereiro de 2020.

27-04-2020

O isolamento social tem levado a um “aumento significativo da venda de hardware e equipamento tecnológico”, fruto de uma maior utilização da tecnologia, nomeadamente no trabalho, nas refeições e no entretenimento em casa. Estas são conclusões da GfK para o mercado global de bens de consumo tecnológico em vários países da Europa, ocorrido nas semanas entre 9 de março e 5 de abril.

23-04-2020

A sueca H&M foi considerada a insígnia de moda mais transparente do mundo, pelo Fashion Transparency Index. O ranking, que analisou 250 marcas e retalhistas, é desenvolvido com base na quantidade de informação que as empresas disponibilizam sobre os seus fornecedores, as medidas e as práticas da sua cadeia de fornecimento, e o seu impacto social e ambiental.

09-04-2020

As expetativas económicas e a disposição para adquirir algum produto/serviço foram perdendo a força, na Europa, durante o mês de março. De acordo com os dados da empresa de estudos de mercado GfK Portugal, o novo coronavírus gerou uma quebra de 20 pontos nas expetativas económicas do continente, e de 17 pontos nas do País, em comparação com o mês de fevereiro.

17-03-2020

O diretor-geral do EuroCommerce, Christian Verschueren, apela, em comunicado, aos consumidores para que não esvaziem as prateleiras dos supermercados, na sequência da pandemia de coronavírus. Já aos governos da União Europeia insta a que sigam as diretrizes da Comissão emitidas esta segunda-feira, encorajando os Estados membros a garantir a livre circulação de alimentos, mantendo as fronteiras abertas “para camiões que transportam os bens de que as pessoas precisam diariamente”.

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária