quinta-feira, 12 fevereiro 2015 17:13

EuroCommerce alerta para custos de decisão do PE sobre rotulagem

O EuroCommerce acaba de manifestar desapontamento quanto ao resultado de uma votação realizada no Parlamento Europeu sobre uma resolução relativa à obrigatoriedade de inclusão de rotulagem de origem nos produtos derivados de carne.


Neste contexto, o Parlamento Europeu apela para que a Comissão Europeia proponha legislação que torne obrigatória a rotulagem do país de origem em todos os produtos derivados de carne.

A obrigatoriedade de rotulagem sobre a origem da carne utilizada em tais produtos pouco adianta para os consumidores – que não veem isto como uma prioridade – e não ajudará à promoção da segurança alimentar. Acrescentará, no entanto, custos adicionais, os quais, tal como a Comissão disse, claramente, recairão sobre o consumidor, afirmou o diretor-geral do EuroCommerce, Christian Verschueren.

"Sempre atentos a oferecer uma resposta rápida às necessidades e exigências dos seus clientes, os retalhistas fornecem já a informação fundamental sobre a origem de uma ampla variedade de produtos. A regulamentação tem um cariz generalista, ao passo que a medida adotada pelos retalhistas revela-se como uma resposta bem mais em linha com o posicionamento dos consumidores", explicou.

Em 2013, um relatório da Comissão sobre a obrigatoriedade de rotulagem de origem para os produtos derivados de carne, mostrou que uma tal decisão acarretaria um aumento de custos significativo para as empresas e as autoridades públicas, que seria suportado pelo consumidor. No documento concluiu-se que embora o consumidor manifeste interesse na rotulagem de origem desses produtos, não está disposto a pagar mais por isso.

Fonte: EuroCommerce

Newsletter

captcha 

Estante

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária