quarta-feira, 25 novembro 2020 13:46

EuroCommerce: Retalho precisa de dados “competitivos e seguros”

Os retalhistas e grossistas precisam de uma estrutura de dados “competitivos e seguros”, para impulsionar o crescimento digital. O diretor-geral do EuroCommerce, Christian Verschueren, disse, esta quarta-feira, que a Europa está a ficar “atrás” dos seus concorrentes, Estados Unidos e Ásia.

“Todos os setores e ecossistemas dependem fortemente de dados e da capacidade de partilhá-los com segurança. O nosso setor agiu, aproveitando as oportunidades da economia de dados, para atender aos pedidos em constante mudança dos consumidores e ajudar a expandir os nossos negócios. A crise de Covid-19 acelerou a já rápida digitalização do retalho e atacado”, começa por dizer Christian Verschueren, na publicação do projeto de lei da Comissão para o controlo de dados, que promove a partilha e um espaço europeu comum de dados,

O diretor-geral do EuroCommerce defende que a a economia de dados ajuda o setor a promover a inovação e a melhorar os serviços aos consumidores e clientes empresariais. Por isso, os Espaços de Dados Europeus Comuns devem fornecer segurança jurídica, privacidade e cibersegurança. “Muito disso pode ser alcançado com a implementação adequada da regulamentação existente”, afirma.

“A Europa está a ficar atrás de seus concorrentes nos Estados Unidos e na Ásia em dados. Para preencher esta lacuna, precisamos de uma abordagem que crie espaços de dados europeus confiáveis ​​e concorrentes europeus fortes. Mas isto significa encontrar um equilíbrio entre manter os dados europeus seguros sem fechar às empresas europeias o espaço para inovar, competir e crescer no ‘palco’ internacional”, acrescenta.

Fonte: EuroCommerce

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária