quarta-feira, 19 maio 2021 18:05

EuroCommerce: Verschueren pede política fiscal “mais harmonizada”

O diretor-geral do EuroCommerce, Christian Verschueren, comentou, acerca da comunicação da Comissão Europeia sobre "Fiscalidade das Empresas no Século XXI para promover um sistema fiscal robusto, eficiente e justo na União Europeia (UE)”, que é precisa uma política fiscal “mais harmonizada internamente” e que reflita, realmente, as mudanças que se vão suceder.

A Comissão Europeia adotou a comunicação "Fiscalidade das Empresas no Século XXI para promover um sistema fiscal robusto, eficiente e justo na UE", que prevê como uma das principais medidas a criação, "até 2023, de um novo quadro para a tributação" das companhias na UE. O objetivo é criar novas regras para taxar empresas na UE, de forma a reduzir a burocracia e "minimizar oportunidades de evasão fiscal".

“Mais de um quarto de século após a conclusão do mercado único, as empresas ainda precisam enfrentar diferentes regimes fiscais em toda a UE. Estes constituem um importante obstáculo aos custos para o funcionamento transfronteiriços e para a concretização do mercado único. A transformação digital do nosso ecossistema e da economia como um todo precisa de um sistema tributário que corresponda a ela”, começa por comentar o diretor-geral do EuroCommerce, Christian Verschueren, acerca da comunicação.

“Queremos ver impostos justos distribuídos justamente, e que reflitam também, adequadamente, o mercado internacional e digitalizado em que as empresas operam. Por isso, apoiamos que a política fiscal da UE seja mais harmonizada internamente e alinhada internacionalmente com o trabalho da OCDE e do G20, de forma a produzir um sistema fiscal que reflita verdadeiramente estas mudanças”, defende.

Fonte: EuroCommerce

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária