Imprimir esta página
segunda-feira, 04 abril 2022 15:30

Líderes reconhecem efeitos das mudanças climáticas nas empresas

Quase todos os líderes (97%) já sentiram os efeitos das mudanças climáticas e mais de metade (81%) já foram impactados por eventos climáticos, no último ano. De acordo com o estudo “CxO Sustainability 2022” da Deloitte, são “poucos” os executivos que apontam os fatores financeiros como possíveis benefícios para a adoção de ações de sustentabilidade.

O estudo “CxO Sustainability 2022” da Deloitte, sobre sustentabilidade climática ao nível global, realizado com base numa pesquisa a 2.083 executivos C-Level em 21 países, revela que quase todos os líderes consultados (97%) afirmam que as suas empresas já foram negativamente afetadas pelas alterações climáticas, surgindo no topo os impactos operacionais.

Além disso, quando a decisão se coloca entre os custos atuais de investimento e os benefícios de uma transição para um futuro sustentável de baixo carbono, os líderes hesitam. No topo da lista de maiores benefícios estão o reconhecimento e reputação da marca (49%), a satisfação dos clientes (46%), o próprio combate às alterações climáticas (43%), e a moral e o bem-estar dos colaboradores (42%).

“O papel das empresas no combate às alterações climáticas é fundamental, enquanto indutoras do consumo global. As empresas que se atrasarem neste caminho, que pressupõe a adoção de significativas ações de sustentabilidade, dificilmente resistirão no futuro enquanto organizações”, defende o Partner da Deloitte e Corporate Responsibility & Sustainability Leader, Afonso Arnaldo.

Fonte: JLM&A