quinta-feira, 16 fevereiro 2023 10:05

MEDWAY: investir na ferrovia

“A sustentabilidade é palavra de ordem na MEDWAY e uma área fulcral no negócio da empresa.” Quem o garante é o presidente da empresa, Carlos Vasconcelos, a propósito do tema da descarbonização no setor da logística no retalho.

“Sendo o transporte ferroviário o foco da nossa atividade, defendemos que, para a ferrovia ser competitiva, tem de ser capaz de oferecer soluções de transporte ou logísticas que a tornem mais atrativa para esses segmentos. Tudo pode ser transportado por comboio, tal como o que sucede com os contentores, na via marítima”, avança o responsável.

Com base nessa perspetiva, defende que a “adoção de medidas para reduzir a pegada ambiental do setor logístico é urgente e que a ferrovia é uma das melhores opções para cumprir esse objetivo” comum. Neste contexto, a empresa tem vindo a desenvolver diversos investimentos que “representam um forte contributo para a sustentabilidade da indústria.”

De acordo com o gestor, o transporte ferroviário da MEDWAY permite uma redução de cerca de 70% de emissões de CO2 eq., face ao mesmo transporte por modo rodoviário, uma redução que pode chegar aos 75%, se o transporte for efetuado com recurso exclusivo a locomotivas elétricas.

“A MEDWAY encontra-se não só numa fase de consciencialização e incentivo ao uso do comboio, mas também numa fase de ação. A atribuição anual de certificados de sustentabilidade aos nossos clientes; a decoração, com motivos sustentáveis, de uma locomotiva, pela artista portuguesa Kruella D’Enfer, na campanha de consciencialização para o uso do comboio enquanto meio de transporte mais sustentável; a aquisição de novas locomotivas elétricas e o lançamento no nosso simulador ambiental foram algumas das iniciativas mais relevantes que levámos a cabo no último ano”, enumera.

Tendo em conta que toda a cadeia de abastecimento pretende ver os seus negócios associados a uma menor pegada ambiental, pois todos têm metas de sustentabilidade desafiantes, Carlos Vasconcelos diz que a MEDWAY tem vindo a incentivar as empresas a usar o comboio enquanto meio primordial para transportar as suas mercadorias.

“Por outro lado, a consciencialização dos consumidores finais relativamente à pegada ecológica constitui também um fator fulcral para motivar a transferência modal. Desta forma, e em conjunto, todos contribuímos para a descarbonização da cadeia de abastecimento e do setor logístico”, defende.

No início de 2022, a MEDWAY assinou um acordo de financiamento para a aquisição de 16 locomotivas elétricas e 113 vagões intermodais. “Ter mais locomotivas elétricas irá contribuir fortemente para os nossos objetivos de descarbonização”, explica.

Além disso, está a desenvolver, através de um consórcio formado por 10 entidades, uma estratégia para recuperar a indústria ferroviária de fabrico de vagões em Portugal, com a criação de vagões inteligentes para mercadorias. Os “smart wagons” terão um impacto significativo na redução das emissões carbónicas, diminuindo em 55% as emissões de CO2 durante o processo produtivo, uma vez que, além de uma manutenção mais eficiente, a produção recorrerá a energias renováveis e irá incorporar materiais reciclados.

Ainda durante 2022, o operador quer estender as certificações a outros âmbitos além da qualidade e do ambiente: “Certificar a MEDWAY Maintenance & Repair na reparação de locomotivas e equipamentos, uma vez que os vagões já estão certificados. Certificar a sucursal da MEDWAY Operador Ferroviário em Espanha com a ISO 14001 e com a ISO 9001 e certificar a MEDWAY Training também com a 9001.”

Assumindo um forte compromisso com a sustentabilidade e com a redução da pegada ambiental no setor logístico, tendo em conta o core business o transporte ferroviário, a empresa ambiciona “tornar a indústria do transporte de mercadorias cada vez mais verde.”

“Para atingirmos os nossos objetivos estamos a investir em material circulante mais eficiente e a incentivar os nossos clientes e potenciais clientes a apostar no transporte das suas mercadorias através da ferrovia, sendo que esta é também uma forma de levarmos a cabo a nossa estratégia”, finaliza Carlos Vasconcelos.

 

Fonte: Store - edição julho-setembro 2022

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária