×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 823

segunda-feira, 23 outubro 2017 16:57

C&A volta a liderar no uso de algodão biológico

A C&A voltou a ser considerada o maior utilizador de algodão biológico certificado do mundo pelo Preferred Fibers and Materials Benchmark Report 2017, da Textile Exchange. Em 2016, 33% dos artigos de algodão vendidos pela marca foram fabricados com algodão biológico certificado.

 

O relatório compara dados sobre materiais sustentáveis utilizados por 94 empresas mundiais, incluindo alguns dos principais retalhistas. De acordo com o mesmo documento, com a compra de algodão certificado, a C&A terá poupado 136.899 litros de água, evitado o uso de 125,.976 quilos de pesticidas, melhorado a qualidade de mais de 139.973 hectares de terra e impedido a emissão de 58,6 milhões de quilos equivalentes de CO2.

A C&A foi ainda destacada como terceiro maior utilizador de algodão mais sustentável e em 2016 ficou também no primeiro lugar quanto à utilização de fibras de celulose sintéticas preferidas (incluindo a viscose, modal e lyocell).

"Ser o retalhista número um no mundo no uso de Algodão Biológico e Fibras de Celulose Sintéticas é um grande orgulho e demonstra como a nossa estratégia de utilização de materiais sustentáveis está a ter uma influência decisiva", afirma o diretor executivo de Sustentabilidade da C&A, Jeffrey Hogue, acrescentando que, como comprador de materiais agrícolas, como o algodão ou a celulose, a marca compromete-se a "gerar melhores resultados para os agricultores, para as comunidades e para as florestas".

Já Liesl Truscott, diretora de Estratégia Europeia e de Materiais de Textile Exchange, refere que "o compromisso [da marca] com o algodão biológico e outros materiais amigos do ambiente são uma contribuição fundamental para o progresso de um setor têxtil mais sustentável".

Fonte: Atevia

Newsletter

captcha 

Estante

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária