×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 827

terça-feira, 18 fevereiro 2020 16:55

C&A poupa até 65% de água na produção de ganga

A C&A anunciou que consegue poupar até 65% de água, ao produzir a sua ganga sustentável, tendo lançado uma nova coleção, composta por calças, casacos, calções e saias, feitas com este tecido.

De acordo com a marca, as características que tornam esta coleção amiga do ambiente – e que podem ser reconhecidas em cada peça – passam pelas certificações C2C e OCS, a utilização de algodão reciclado e a poupança de água em todo o processo de produção, que atinge até 65%, na fase de lavagem.

“A tendência denim é clássica e intemporal”, refere a C&A, salientando que o seu fabrico também se traduz num dos métodos de produção têxtil mais poluentes e que mais desperdiça no seu processo, devido ao gasto de água envolvido na fase de lavagem, defendendo, por isso, que “aplicar a sustentabilidade na moda é um desafio que o setor enfrenta”.

Neste sentido, e segundo o Relatório Global de Sustentabilidade de 2018 da marca, a C&A conseguiu poupar 1.000 milhões de m3 de água – o equivalente a 400 mil piscinas olímpicas – e reduziu a emissão de CO2, em 116 mil toneladas – que equivalem às emissões anuais de 70 mil carros.

Além deste lançamento, a C&A anunciou, no C2C Congress de Berlim, outra inovação têxtil, que atinge novos níveis de produção sustentável, tendo sido premiada com o certificado Cradle to Cradle ™ Platinum.

Embora este material ainda não tenha sido utilizado em peças de vestuário, “é um grande avanço e um grande desafio para as próximas coleções do ano”, aponta a marca.

Para ter a primeira fábrica do mundo a receber o certificado Cradle to Cradle Certified™ platinum, e de forma a reforçar o seu compromisso em "difundir a moda circular", a C&A fez uma parceria com o fornecedor Rajby Textiles Ltd. e com o consultor de economia circular Eco Intelligent Growth.

Fonte: MARCO

Newsletter

captcha 

Estante

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária