×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 807

Imprimir esta página
quinta-feira, 14 fevereiro 2013 11:05

Universidade de Aveiro e Primor com parceria na área da charcutaria

Universidade de Aveiro e Primor com parceria na área da charcutariaCriar novos produtos de charcutaria mais saudáveis e com o prazo de validade mais alargado, recorrendo à tecnologia de altas pressões, é o objetivo da parceria feita entre a Universidade de Aveiro (UI de Química Orgânica, Produtos Naturais e Agro-alimentares) e a Primor, empresa com mais de 50 anos de experiência na produção e comercialização de enchidos.

 

A empresa diz em comunicado que a tecnologia de alta pressão permite pasteurizar alimentos em condições atérmicas (à temperatura ambiente) ou a frio (a temperaturas de refrigeração), por destruição microbiana, sem afetar a qualidade dos produtos processados, aumentando consideravelmente o prazo de validade comercial.

"Isto permitirá aumentar a venda destes produtos, nomeadamente para exportação, em particular para mercados mais longínquos, e uma redução de custos por retorno de produtos fora de prazo, bem como o aumento da segurança microbiológica dos produtos", afirma a Primor.

O projeto designa-se por PRIMOR_AP e enquadra-se no âmbito da tipologia de projetos I&DT em Co-Promoção, financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa Operacional Factores de Competitividade (POFC), do QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional – Sistema de Incentivo à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, ascendendo o investimento a € 646.487, tendo obtido um incentivo de € 409.676.

Fonte: Multicom