×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 807

quinta-feira, 14 fevereiro 2013 17:19

Noruega quer mais portugueses a consumir skrei

Noruega quer mais portugueses a consumir skreiA Noruega que pôr os portugueses a consumir mais skrei, o bacalhau fresco premium capturado apenas entre fevereiro e abril nas águas junto às ilhas Lofoten. O peixe está disponível em alguns restaurantes, mercados e hipermercados mas o embaixador norueguês em Lisboa quer aumentar a sua distribuição.

 

Numa iniciativa destinada a promover o skrei no nosso país, e que decorreu na quinta-feira na embaixada da Noruega, Ove Thorsheim, o embaixador norueguês, afirmou que "é preciso mais skrei na distribuição e nos restaurantes portugueses". Portugal é um tradicional consumidor de bacalhau seco e salgado mas também aprecia peixe fresco e por isso pode haver possibilidades de aumentar o seu consumo.

Este ano, o Skrei vai voltar a estar à disposição em alguns mercados tradicionais. Já estão asseguradas bancas nos seguintes mercados: 31 de Janeiro (Lisboa), Alvalade (Lisboa), Lourinhã, Matosinhos, Peniche, Setúbal. Também estará à venda no El Corte Inglés. Apesar de ser um produto restrito dada a sua sazonalidade, a procura em Portugal tem crescido desde 2009, ano em que começou a ser importado.

Segundo informações disponibilizadas pelo Conselho Norueguês da Pesca a textura da carne do Skrei "é mais firme que a do bacalhau sedentário. Isto deve-se à longa migração e a alimentar-se menos durante esta fase, deixando os músculos em melhor forma". 

Das cerca de 300 mil toneladas da quota de pesca de bacalhau da Noruega, só cerca de 20 por cento representam o volume de skrei capturado e comercializado. Este peixe só se encontra na costa norte da Noruega.

Fonte: Store

Newsletter

captcha 

Estante

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária