segunda-feira, 04 setembro 2023 10:11

Vasco Marques Pinto: a visão do El Corte Inglés sobre o Roteiro de Descarbonização

Reconhecendo que as alterações climáticas atuais e projetadas para o curto e médio prazo exigem elevado compromisso dos agentes públicos, privados e da sociedade em geral, na adoção de medidas de mitigação das emissões de Gases com Efeito de Estufa (GEE), a adesão ao Roteiro para a Descarbonização do setor de Distribuição, acaba por representar, para o El Corte Inglés, um passo natural, no âmbito dos compromissos do Grupo para com a sociedade, o meio-ambiente e a sustentabilidade do nosso planeta.

Uma das nossas prioridades é o progresso em direção às melhores práticas em matéria de ambiente. Para alcançar esse objetivo, trabalhamos diariamente para racionalizar e reduzir o consumo de recursos, otimizar a gestão de resíduos e, consequentemente, contribuir para a preservação do ambiente. 

Embora a pegada do retalho não seja, por si só, a mais relevante, é na relação com os fornecedores, por um lado, e com os consumidores, por outro, que ela se torna verdadeiramente decisiva. No primeiro caso porque os retalhistas têm um papel determinante na seleção dos fornecedores e de produtos que respeitem as melhores práticas e, na relação com os clientes, têm o poder de os ajudar a fazer as melhores escolhas e alertar para as características de cada produto.  

Finalmente, a operação do retalho também tende a evoluir no sentido de minimizar a sua própria pegada e de mitigar o seu efeito. Tem sido esta a nossa política e este é, também, o nosso compromisso. 

Neste contexto, a adesão ao roteiro é muito importante, porque sendo a sustentabilidade uma preocupação da maioria dos retalhistas, permite uma maior visibilidade e escrutínio das atividades no seu conjunto. É um roteiro muito responsabilizador para cada um dos operadores e também muito desafiante.  

Porém, estamos muito motivados, sobretudo porque algumas metas já foram alcançadas, mesmo antes da apresentação do roteiro. Como dissemos antes, estas preocupações não são novas para a maioria dos retalhistas e, como quase todos, nós também temos o nosso próprio plano interno cujos objetivos são coincidentes. Neste contexto, mesmo antes da adesão ao roteiro, já vínhamos medindo a nossa pegada de carbono das Emissões de âmbito 1 e 2 com vista à monitorização e definição de metas e, ao mesmo tempo, estávamos já a estudar formas de redução dos consumos energéticos e a intensificar a transição energética.  

A neutralidade carbónica só poderá ser atingida com ações concretas levadas a cabo por todos, independentemente da sua dimensão e/ou setor, por isso, o nosso modelo empresarial baseia-se num conjunto de princípios éticos, sustentáveis e responsáveis para com os clientes, colaboradores, fornecedores, a sociedade em ambiente, em prol de um mundo melhor. 

Vasco Marques Pinto, responsável de Responsabilidade Social Corporativa do El Corte Inglés

Fonte: Store Magazine

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária